Ceará Cresce Brincando

Aqui se cresce brincando!

Arquivos de tags: primeira infância

Publicação fala sobre como Investir na Primeira Infância

O Banco Mundial e a Editora Singular estão lançando o livro “Como investir na primeira infância – Um guia para a discussão de políticas e a preparação de projetos de desenvolvimento da primeira infância”. Segundo Nurper Ülküer, chefe do Setor de Desenvolvimento da Primeira Infância do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), “a publicação chega em boa hora para construir elos fortes entre os formuladores de políticas, os cientistas e os implementadores da educação na primeira infância.

O livro também é uma forma importante de mostrar que investindo na primeira infância, investe-se também, a longo praz, na educação e na saúde das populações futuras, acabando com a hereditariedade da situação de miséria e pobreza.

Mais informações sobre o livro através do site da Editora Singular www.editorasingular.com.br ou pelo email singular@editorasingular.com.br.

E outubro tem outra data dedicada às crianças?

O dia das crianças é a quarta data mais lucrativa para o comércio. Perde apenas para datas como o natal e o dia das mães. Só que esse dia dedicado aos pequenos pode – e deve – ser comemorado de outras formas que não aquelas que apenas induzem ao consumo desnecessário e impensado.

Fazer um passeio diferente, uma tarde de pintura e colagem, resgatar com as crianças as brincadeiras do tempo dos pais e dos avós, ler um livro ou criar histórias, assistir um filme bacana. Há muito que se fazer nesse dia e em todos os outros, porque enfim criança merece e precisa brincar o ano inteiro. Ou quem sabe a vida inteira, não?

Na verdade, o mês de outubro não se destaca apenas pelo dia 12. Nele também é celebrada outra data que não recebe tanto atenção quanto deveria: a Semana Nacional de Prevenção à Violência na Primeira Infância, que vai de 12 a 18 de outubro. A Semana foi instituída em 2007 pelo presidente da república, através da Lei nº 11.523/07, e busca conscientizar a população para a importância das crianças de 0 a 6 anos receberem uma formação cidadã, que preza o respeito e a cultura de paz. Mais do que brincar, toda criança tem o direito de ser e se sentir protegida e cuidada de forma integral.

Uma infância feliz e saudável é essencial para determinar a formação de um adulto sadio, bem desenvolvido e que se relaciona bem. Então, vamos todos celebrar o dia das crianças, mas sem esquecer-se da Semana Nacional de Prevenção à Violência na Primeira Infância!

Rede da Primeira Infância realiza a I Semana Estadual do Bebê

A Rede Estadual da Primeira Infância (Repi-Ce), por meio do Instituto da Infância (Ifan), UNICEF e da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), realiza no período de 21 a 26 de setembro, a I Semana Estadual do Bebê. Com o slogan “Proteger e Cuidar do Bebê é Obrigação de Todos Nós” o evento tem como objetivo mobilizar os diferentes setores da sociedade – famílias, governo, setor privado e não governamental, acerca da importância do proteger e cuidar do bebê, para construção de uma sociedade mais desenvolvida e menos violenta.

Para dar início às atividades da Semana acontece no dia 21, às 14h, na Assembléia Legislativa, uma Audiência Pública que visa discutir A Importância do Primeiro Ano de Vida” com a participação do Dr. Álvaro Madeiro Leite. No segundo momento teremos um debate com a Rede Estadual da Primeira Infância, Rede Não Bata Eduque, Rede Creche para Todos e Fundação Abrinq acerca o papel das redes no contexto da 1ª Infância. Ainda no dia 21, às 16h, na Praça Luiza Távora, uma ação em torno do Dia Nacional de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiência. Para marcar o dia haverá será distribuído material informativo acerca do tema.

Já no dia 22, às 9h, na Secretaria de Saúde do Estado, no Auditório Waldir Arcoverde, acontece o Lançamento da Campanha “Antibiótico – 1ª dose imediata”, em parceria com a Pastoral da Criança e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (COSSEMS). Ainda durante a manhã acontece o lançamento do “Guia dos Direitos da Gestante e do Bebê”, publicação elaborada em parceria com a Editora Globo, UNICEF e Ministério da Saúde. Outra ação que merece destaque acontece no dia 23, durante toda a manhã, no Abrigo Ta Júlia e na Creche do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS) com o desenvolvimento de atividades lúdicas para as crianças que vivem nestes espaços. As atividades seguem ao longo da semana (confira programação logo abaixo).

A atenção em torno da primeira infância está relacionada à necessidade do cuidar infantil ainda no período da gestação. Está comprovado cientificamente que o cérebro muda muito na primeira infância e se reorganiza, dependendo dos estímulos que recebe. É nesta fase da vida que o ser humano desenvolve suas capacidades cognitivas, motoras, socioafetivas e de linguagem, afirmam especialistas.

A primeira infância é definida como o período compreendido desde o nascimento até os 6 anos de idade. Entretanto, o Comitê dos Direitos da Criança, em seu Comentário Geral nº 7, recomenda que os países definam como a primeira infância o período compreendido desde o nascimento até os 8 anos, como forma de incluir, em nível global, todas as crianças até a transição para a escola. Ao investir na primeira infância e assegurar às crianças o direito à proteção, à saúde e à educação de qualidade, promove-se a redução das desigualdades. O investimento nesse período garante à criança, além de todos os direitos definidos em lei, o direito nascer, crescer e se desenvolver com saúde, viver em segurança no aconchego de uma família e da comunidade. Esses direitos são assegurados por meio de políticas públicas. Esta, porém, não é tarefa apenas do Estado, mas de toda a sociedade.

A atenção à primeira infância merece destaque quando observamos indicadores do estado do Ceará. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2008, 4,5 milhões dos trabalhadores tinham entre 5 e 17 anos. Estas pessoas perderam o direito de ser crianças, de brincar, de estudar, de ter uma vida saudável.

Histórico:

A Semana do Bebê foi criada originalmente em Canela-RS há onze anos para incentivar políticas públicas em prol da primeira infância. Em nosso Estado esta semana foi regulamentada através da Lei Nº14.841, de 28/12/2010, significando um avanço e compromisso da esfera pública com o desenvolvimento integral da criança e o engajamento do Governo do Estado na Rede Estadual da Primeira Infância- REPI-CE.

Instituições que compoem o grupo gestor da REPI-CE

APDMCE; ONG Catavento, Comissão da Infância e da Adolescência da Assembléia Legislativa, (CIA), Conselho Estadual de Educação (CEE), Governo do Estado do Ceará (Secretaria da Educação Básica (Seduc), Secretaria da Saúde (Sesa), Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Instituto da Infância (Ifan), Instituto Stela Naspolini (ISN), IPREDE, Pastoral da Criança, Sociedade Cearense de Pediatria (Socep) e UNICEF.

Mais informações:

Luana Amorim – Assessora de comunicação do Instituto da Infância (Ifan)

(85) 8836.5570

CONFIRA AQUI A PROGRAMAÇÃO

Semana do Bebê começa amanhã

Dedicada ao atendimento de mães presidiárias e seus bebês e de presidiárias gestantes, a “Semana do Bebê: um olhar às mães presidiárias” foi criada há 11 anos para incentivar políticas públicas em prol da primeira infância. Lançado pela primeira vez em todo país dentro de uma Unidade Prisional, o Ceará será pioneiro na promoção do evento, que acontecerá durante os dias 7 e 12 de julho, no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (IPF), em Aquiraz.

A Semana do Bebê é uma parceria entre Defensoria Pública Geral do Estado (DPGE), Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) e Instituto da Infância (IFAN). No Ceará, o Governador Cid Gomes sancionou a Lei Nº 14.841, de 28.12.10, que institui a Semana Estadual do Bebê.

Entre os objetivos da Semana do Bebê estão o fomento de melhores condições de desenvolvimento integral das crianças da creche do IPF, possibilitar às presidiárias gestantes um maior conhecimento da maternidade a ser exercida e de seus direitos como gestantes, além de fortalecer a interação positiva das famílias e agentes penitenciários com as crianças da creche da Unidade Penal. Atualmente, no IPF, existem cerca de 520 internas, sendo onze delas mães com crianças na creche instalada no IPF, além de 13 gestantes presidiárias.

Dentro da programação serão realizadas oficinas de conhecimento (como de massagem shantala e aleitamento materno), palestras, concursos, mesas-redondas, exibição de filmes, apresentações culturais, desfiles de bebês, ações de saúde (vacinação, verificação de glicemia e pressão arterial), além de atividades lúdicas. Técnicos especialistas das Secretarias do Estado, Defensoria Pública, IFAN e Universidades ministrarão os cursos e oficinas.

Quem já está realizando a sua semana é o município de Beberibe, parceiro do CCB. Desde o último 1º de julho, a Prefeitura Municipal realiza o evento no Ginásio do Pólo de Convivência Luisa Facó.

Início 

Idealizada, em 2000, em Canelas (RS) pelos psiquiatras Salvador Célia e Odon Monteiro e pelo radialista Pedro Raymundo Dias, a Semana do Bebê está na sua 10ª edição e hoje é realizada em diversos municípios do País, assim como em cidades do exterior. Por acreditar que a primeira infância consiste numa das mais importantes fases do desenvolvimento humano, a Semana do Bebê vem, ao longo dos anos, unindo forças nos âmbitos governamentais e não-governamentais em prol da causa.

Para divulgar ações bem-sucedidas, bem como para ensinar o passo a passo para a realização da Semana do Bebê, em novembro de 2010 o Unicef lançou o livro “Como Realizar a Semana do Bebê em seu Município”, baseado na experiência em Canela. O lançamento aconteceu em Fortaleza, com apoio do Instituto da Infância (IFAN) e Rede da Primeira Infância do Estado do Ceará (REPI-CE).

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 72 outros seguidores